Privacidade e Proteção de dados

Conosco, sua organização estará preparada para seguir a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), protegendo contra vazamentos e perda de dados, que podem acarretar em detrimento ou até a paralisação das operações e estratégias da empresa.

Como resultado, são estabelecidas estratégias de atuação que devem ser divididas em objetivos distribuídos em suas linhas de processos, como durante o mapeamento, classificação e armazenamento de dados, gerenciamento de operações e comunicações, segurança física, dentre outros citados na Lei Geral de Proteção de Dados.


No Brasil, a partir de agosto de 2020, a administração pública e organizações privadas estarão sujeitas à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), novo marco regulatório brasileiro aprovado em 2018 baseado no já em vigor Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) da Europa e que exigirá diversas mudanças de gestão, infraestrutura e tecnologia das empresas. A proposta brasileira conta com multas de até 50 milhões de reais e sanções como o bloqueio de tratamento de dados. No caso de incidentes, pode-se também exigir a publicização da informação, o que pode causar diversos danos à imagem das instituições que não seguirem as novas regras. No entanto, as instituições ainda não parecem estar devidamente atentas às novas regulações e correm o risco de não conseguirem se adaptar a tempo para a legislação nacional em 2020.


Sendo assim, com experiência e conhecimento, estamos prontos para auxiliá-los a manterem seus ambientes seguros e em conformidade com as crescentes exigências regulatórias bem como a proteger suas imagens e capitais.